20 de abril_blog

Se você é daquelas que adora trocar de visual, com certeza já passou por algum processo de mudança de cor das madeixas. O único problema é que cada vez que você muda de cor, fica mais difícil tingir novamente. Afinal, “tinta não clareia tinta” e esta é uma frase que provavelmente você já ouviu seu cabelereiro dizer. Dessa forma, a opção que resta é apostar em algumas técnicas de descoloração, para depois tingir as madeixas novamente. Mas por que isso ocorre? O que impede os fios de receberem uma nova cor?

Na verdade, as tinturas só conseguem clarear com facilidade os cabelos que ainda são naturais. Entenda como ocorre:

A mistura da tintura permanente e da água oxigenada formam substâncias chamadas precursoras de cor e acopladoras, presentes no tubo de coloração e no produto revelador. Essas substâncias são responsáveis por ativar os pigmentos precursores (que estão presentes na tinta) e clarear os pigmentos naturais.

Ao penetrar na fibra do cabelo, os componentes químicos provocam uma reação de oxidação, resultando no clareamento da melanina e permitindo que novos pigmentos sejam absorvidos e fixados no fio. Ou seja: o oxigênio “incha” os fios, separando as cutículas e expulsando toda a melanina natural. Assim, abre-se espaço para a nova cor entrar.

Mas como clarear cabelos já coloridos?

Porém, se o cabelo já sofreu algum tipo de coloração anteriormente, as substâncias da tintura não conseguem expulsar os pigmentos, fazendo com que os fios sofram pouca ou nenhuma alteração na cor. Isso ocorre porque as madeixas já estão saturadas e cheias de pigmentos artificiais, e a tentativa de tingir com uma cor diferente pode acabar deixando as madeixas manchadas. E mesmo que, aparentemente, a cor tenha saído ou desbotado, na verdade ainda sobram resíduos do pigmento mais escuro, comprometendo todo o visual.

Decapagem

Neste caso, o que é necessário fazer? A forma mais saudável é escolher a técnica de decapagem. Ela é capaz de retirar os pigmentos artificiais de cor e ainda prepara os fios para a nova coloração. Já se o cabelo for ruivo ou preto, esse procedimento é um pouco mais demorado, sendo necessário realizar mais sessões para que toda a tinta seja retirada e as madeixas fiquem sem manchas.

Cuidados especiais

O único problema é que a decapagem é um pouco agressiva, tornando super importante a hidratação dos fios antes do procedimento. Também é interessante realizar um teste de mecha, assim você garante que os cabelos irão realmente suportar o procedimento. Além disso, fique atenta às químicas de alisamento e relaxamento: elas não são compatíveis com a decapagem e podem causar enfraquecimento e quebra dos fios.