Nossos cabelos também envelhecem. Você sabia? E engana-se quem acha que a mudança das características dos fios ao longo do tempo é apenas culpa da genética. Todos os nossos hábitos influenciam as madeixas de alguma forma, positiva ou negativamente.

Por isso, durante todas as fases da vida são necessárias cuidados para manter a saúde dos fios. Confira as principais diferenças e mudanças dos cabelos e como evitá-las.

Aos 20 anos:

A calvície feminina pode ter causas genéticas ou externas, como o estresse e a má alimentação. Por isso, desde jovem é importante criar o hábito de praticar esportes, ou escolher hobbies que tenham a ver com você, e ter uma alimentação balanceada. Dica: a proteína animal, por exemplo, ajuda na saúde dos fios.

Outra dica do dia a dia é não dormir com os cabelos molhados e nem deixá-los oleosos. Utilizar produtos ricos em óleos essenciais, como argan, coco e aloe e vera dão mais vida às madeixas.

Aos 30

Nesse período, há uma queda no nível de hormônios e vitaminas, o que diminui a quantidade de fios. Se você passou por uma gravidez, esse efeito pode ser ainda maior. Nesse caso, o mais indicado é procurar um procurar um dermatologista para realizar uma reposição vitamínica, a fim dos cabelos recuperarem os nutrientes perdidos e, assim, voltarem a crescer fortes.

Aos 40

Nessa  fase, as madeixas podem se tornar mais ralos devido a ação do testosterona, hormônio masculino também produzido pelas mulheres. Esse hormônio diminui o tamanho do bulbo, que é o que dá sustentação ao fio. Uma boa opção é investir em loções antiqueda e, se o problema persistir ou piorar, procure um médico.

Aos 50

À medida que as mulheres se aproximam da menopausa, mais o cabelo cai. A variação hormonal, principalmente a queda do nível de estrogênio, é responsável por isso. Nesses casos, o acompanhamento médico é fundamental para restabelecer a saúde dos fios.

Algumas dicas que são atemporais para manter os cabelos sempre saudáveis:

  • Cuidado com exposição excessiva ao sol. Utilize protetores solares específicos para os cabelos e use acessórios, como chapéus e lenços;
  • Beba bastante água;
  • Fique de olho na alimentação. Um cronograma alimentar balanceado ajuda, e muito, na saúde do cabelo, do corpo e da mente.