13-de-abril_blog

As mulheres adoram descobrir novos produtos ou técnicas que deixam as madeixas mais bonitas, não é? Mas será que todas se lembram de incluir o couro cabeludo nos cuidados? Pequenas atitudes podem evitar caspa, descamação, oleosidade em excesso e, até mesmo, a desnutrição dos fios. Por isso, é tão importante ter um pouco mais de atenção com o couro cabeludo. Assim, você garante raízes mais saudáveis e cabelos muito mais bonitos.

Então que tal começar a se cuidar? Confira abaixo alguns problemas que podem ocorrer na região do couro cabeludo e aproveite para anotar todas as soluções:

Hora da lavagem

Problema:

Quem não gosta de um banho bem quente para relaxar? Todo mundo… menos nossos cabelos. A verdade é que a água quente estimula as glândulas sebáceas do couro cabeludo, aumentando, e muito, a produção de oleosidade. Já o excesso de água (decorrente da lavagem diária) retira a oleosidade natural dos fios, fazendo as glândulas trabalharem ainda mais para superar essa falta.

O cabelo fica com um aspecto engordurado e acaba obstruindo os poros, dificultando a distribuição dessa oleosidade para o restante dos fios.

Solução: 

Para voltar a produzir a oleosidade normalmente, o ideal é que a água esteja a uma temperatura menor que 25 graus, ou seja, de morna a fria. Outra boa dica é lavar madeixas em dias alternados. Assim você evita o excesso de ressecamento pela água.

Enxágue

Problema: 

Algumas pessoas não dão a devida atenção aos fios na hora do enxágue e, sem perceber, acabam deixando vários resquícios de shampoo no couro cabeludo. Isso pode acabar entupindo os poros e dificultando a nutrição do cabelo.

Solução:

Muito simples: na próxima lavagem, lembre-se de enxaguar bem!

Descamação

Problema: 

O ressecamento do couro cabeludo costuma ocorrer no inverno. O frio e a queda de temperatura diminuem a sudorese e, por isso, aumentam as chances de descamação.

Solução:

Alguns produtos específicos podem hidratar o couro cabeludo sem deixá-lo com aspecto oleoso. Mas é importante lembrar que esses produtos não são os mesmos que utilizamos para hidratar os fios. Na verdade, eles têm em sua composição dois princípios ativos: o lactato e a ureia. O primeiro promove a hidratação do couro cabeludo retendo toda a água, e o segundo hidrata e amacia o cabelo. Nesse caso, o ideal é conversar com um dermatologista, que saberá exatamente o melhor produto a ser utilizado.

Hora da escova

Problema:

Nós já falamos aqui no blog sobre leave in’s ideais para proteger os fios do secador e da chapinha. Mas como livrar as raízes dos danos causados por eles?

Solução:

Não existem produtos específicos para salvar a raiz do calor da chapinha e do secador, por isso o ideal é tomar cuidado na hora do procedimento. É difícil, mas sempre que fizer uma escova, tente manter o secador a uma distância mínima de 30 centímetros da raiz, e a chapinha a cerca de um centímetro e meio do couro cabeludo. Assim você diminui bastante o contato do couro cabeludo com o calor.

Produtos químicos

Problema: 

O grande problema da escova progressiva são os produtos ácidos que queimam o couro cabeludo e geram descamação.

Solução:

O ideal é pedir para que seu cabelereiro faça um teste de sensibilidade antes de aplicar o produto. Também é importante ficar atenta às escovas progressivas que possuem formol em sua composição. Além de tóxico, ele pode causar irritação à pele, vermelhidão, dor e queimaduras.